Prefeito de Olímpia: Fernando Cunha foi reeleito com 60% dos votos

O atual prefeito Fernando Cunha, PSD, melhorou seu desempenho em relação a eleição de 2016, quando foi eleito pela primeira vez com 16.017 votos (57,36%): agora, nas eleições de 2020, acabou se reelegendo com 16.460 votos (59,33%), 443 (1,97%) a mais que na anterior.
Mesmo numa eleição que foi marcada por um elevado índice de abstenção, 29,2% (contra 22,58% em 2016), mas também com aumento no número de eleitorado que foi de 40.341 para 42.922, Cunha conseguiu elevar a sua quantidade de votos. O número de votos válidos, inclusive, diminuiu de 27.925 em 2016 para 27.741 em 2020.
Fernando Augusto Cunha (PSD), 64, portanto, continua como prefeito de Olímpia por mais quatro anos. Com 59,33% dos votos válidos, um total de 16.460 votos. Flávio Augusto Olmos (PP) ficou em segundo, com 34,10%, 9.461 votos; seguido por Luiz Gustavo Pimenta (PSDB), 5,39%, 1.496 votos; e Willian Antonio Zanolli (PT), 1,17%, 324.
Do total de votantes, 1.245 eleitores (4,09%) votaram em branco, enquanto outros 1.480 (4,86%) anularam o voto. O número de eleitores que não votou foi de 12.456, equivalente a 29,02% do eleitorado. A soma de brancos, nulos e abstenções é de 15.181, ou 35,37% dos aptos a votar.
Em Olímpia mesmo que existisse a possibilidade de segundo turno, o prefeito Fernando Cunha teria sido eleito já no primeiro turno, pois obteve 59% dos votos válidos. O segundo turno é realizado nas cidades com mais de 200 mil eleitores em que um candidato não atingiu a maioria simples (50%+1) dos votos válidos no primeiro turno. As informações são do site IFolha.

    Deixe seu comentário

    Seu endereço de email não será publicado.*

    Header Ad